Access

You are not currently logged in.

Access your personal account or get JSTOR access through your library or other institution:

login

Log in to your personal account or through your institution.

A biopolítica do corpo feminino em estratégias contemporâneas de ativismo digital

Tarcisio Torres Silva
Estudos Feministas
Vol. 24, No. 3 (setembro-dezembro – 2016 / September-December – 2016), pp. 739-759
Stable URL: http://www.jstor.org/stable/estufemi.24.3.739
Page Count: 21
  • More info
  • Cite this Item
Item Type
Article
References
A biopolítica do corpo feminino em estratégias contemporâneas de ativismo digital
Preview not available

Abstract

Resumo Neste trabalho, observamos a utilização da imagem do corpo feminino como uma estratégia recorrente em ações ativistas em diferentes partes do mundo. Os elementos estéticopolíticos do corpo, historicamente utilizados pelas artes, tais como o nu, a dor, o erotismo e a identidade (ou o anonimato) são reconduzidos para um projeto de cultura ativa e participativa dentro das redes de comunicação digital. Nossa análise insere-se no campo da biopolítica e faz uso de três exemplos recentes: os autorretratos da egípcia Aliaa Magda Elmahdy e as ações dos coletivos Pussy Riot (Rússia) e Femen (Ucrânia).

Page Thumbnails